Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governador Wilson Lima se manifestou nesta terça-feira, 07, sobre a decisão do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Josué Neto (PRTB), de prosseguir com processo de impeachment movido contra ele e o vice-governador, Carlos Almeida Filho (PTB), por crime de responsabilidade instaurados.

Segundo o governador, a decisão de aceitar o processo de impeachment, impetrado pelo presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas, Mário Viana foi solitária e adotada pelo presidente da Assembleia Legislativa com o claro interesse de promoção política.

“Estamos às vésperas das eleições municipais e é do conhecimento de todos que o interesse do presidente da Aleam de participar do processo. Fica claro, portanto, que a poucos meses das eleições, o impeachment é movido por mera motivação políticas”, comentou.

Wilson Lima rechaçou, ainda, os fatos que geraram o pedido de impeachment pela falta de consistência que os caracterizasse como crime de responsabilidade.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •