Marcília Teixeira, a nova secretária de Ação Social já atuou na pasta em outras administrações.
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governador Wilson Lima (PSC) resolver fazer mais duas mudanças em sua administração. Márcia de Souza Sahdo, da Secretaria de Ação Social, deixa a pasta e quem assume é Marcília Teixeira da Costa. Outra mudança é no Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Eda Maria Oliva de Souza, perdeu o cargo para o engenheiro agrônomo parintinense, Valdenor Pontes Cardoso.

Indicado pelo ex-deputado estadual, Luiz Castro, Márcia Sahdo, estava à frente da Seas desde o início da administração Wilson Lima. Graduada em Serviço Social, especialista em gestão de políticas públicas e gestão de recursos humanos, ela perdeu a pasta para Marcília Teixeira.

Em fotos e vídeos postados em grupos de WhatsApp, a nova secretária da Seas, Marcília Teixeira Costa, aparece atuando como cabo eleitoral na campanha de Amazonino Mendes, na eleição de governo em 2018, quando foi derrotado por Wilson Lima.

Idam

A diretora-presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Eda Maria Oliva de Souza, mãe do deputado federal Pablo Oliva (PSL-Am), também deixa o governo Wilson Lima.

Para seu lugar foi nomeado Valdenor Pontes Cardoso, que já foi secretário executivo da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •