Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A auditora Yara Amazônas Lins Rodrigues dos Santos , há 38 anos do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, foi a escolhida pelo governador José Melo da lista tríplice dos auditores encaminhada ontem a sede do governo pelo presidente do órgão Josué Filho, depois da sessão especial quando o decano do TCE, conselheiro Lúcio Albuquerque, se aposentou. Ela irá ocupar, em caráter vitalício, o cargo de Conselheira do Tribunal.

A escolha já foi encaminhada a Assembleia Legislativa do Estado onde nesta quarta-feira os deputados deverão dar o aval e em seguida o governador deverá assinar o decreto tornando Yara Lins, a mais nova conselheira do Tribunal de Contas.

Desta vez, o critério para a escolha do novo conselheiro da Corte foi por merecimento e não por antiguidade. Mas todos no Tribunal de Contas já apostavam na indicação de Yara Lins, não apenas por ser a mais antiga entre Mário Filho e Alípio Reis, mas pela sua dedicação no trabalho que há anos vem desempenhando no TCE como auditora de carreira.

Yara, é tido como “mão de ferro” nos julgamentos das prestações de contas dos gestores. É uma das auditoras que mais se destaca pela agilidade em levar processos ao Pleno do Tribunal para os julgamentos.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •