Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Não deixe de sonhar porque Deus é fiel”, foi o que disse no discurso de posse a mais nova conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, YaraAmazônia Lins Rodrigues dos Santos, ao ser empossada pelo conselheiro-presidente, Josué Filho, na manhã desta terça-feira e assumir sua cadeira no colegiado como titular e não mais convocada. Ela foi prestigiada por dezenas de autoridades, entre elas o governador José Melo e prefeito Arthur Neto, e várias outras e mais servidores da casa.

Com mais de 35 anos de serviços prestados ao TCE, Yara Lins, é funcionária de carreira da corte de Contas — onde ingressou no ano de 1975—e foi escolhida na semana passada, em lista tríplice entre os auditores do Tribunal. A conselheira é segunda mulher a integrar o colegiado.

No seu discurso de posse, Yara Lins destacou a sua trajetória dentro da corte, onde atuou em vários cargos técnicos, de técnica de Controle Externo à secretária de Administração. Aos servidores, familiares, amigos e autoridades dos poderes Legislativos, Executivo e Judiciário presentes, a conselheira se comprometeu em atuar do mesmo jeito, com ética e Justiça, sempre observando os valores éticos que sempre a conduziram o seu trabalho no TCE-AM.

O governador José Melo, ao destacar a capacidade técnica de Yara Lins do Santos, relembrou que a conselheira é extremamente preparada e julga à luz da lei, assim como os outros conselheiros, mas leva em consideração todas as peculiaridades de cada administração, sempre com muita ternura.

“Não tenho dúvida da escolha que fiz. Ela chegou ao cargo por méritos próprios. Sei que visão de ternura e de amor dela vai contribuir para que o colegiado seja cada vez mais justo e humano”, comentou o governador, ao ressaltar que o TCE tem se modernizado, mas sem se esquecer do lado pedagógico e humano.

O conselheiro-presidente do TCE, Josué Filho, ao falar da grande quantidade de presentes à solenidade para prestigiar a nova conselheira, afirmou que a presença de todos é o retrato da harmonia entre os poderes, do bom relacionamento que a corte mantém com o Judiciário, Legislativo e o Executivo. “A conselheira Yara é muito querida. Sua experiência certamente vai contribuir com o pleno e com o TCE”, afirmou.

Além de assumir uma cadeira no pleno da corte, a conselheira Yara Lins assume a relatoria das contas da Copa do Mundo e a presidência da Segunda Câmara do TCE.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •